sexta-feira, 18 de maio de 2012

Reunião garante apoio de instituições à ações da Defesa Civil


Na manhã desta sexta-feira, 18, a 4ª Regional de Defesa Civil (4ª REDEC) realizou na sala de situação do 4º GBM uma reunião para tratar sobre a articulação dos parceiros que poderão contribuir com os trabalhos de assistência às mais de 115 mil famílias atingidas pela enchente na região Oeste do Estado.

A reunião iniciou por volta das 9 horas e contou com a presença de representantes da Companhia de Saneamento do Pará (COSANPA), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Grupo Rede Celpa, Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA), 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BECnst), 3º Batalhão de Polícia Militar do Pará (3º BPM) e 5ª Unidade Regional de Educação (5ª URE).

Segundo o coordenador da 4ª REDEC, Major Cláudio, a participação dos órgãos contribuirá com as ações de defesa civil. “Nosso objetivo foi levantar todas as demandas e verificar a disponibilidade de cada um. A SESPA, por exemplo, dentro da sua área de atuação irá disponibilizar medicamentos, o IBAMA e a SEMA, em uma ação que já está em andamento, estão doando madeira para a Defesa Civil”, falou.
Durante a reunião os representantes se dispuseram em contribuir com as ações com orientação sobre à população e emprego de equipamentos, como o “O 8º BEC está em condições de empregar máquinas e pessoal para atuar, contudo necessita de repasse imediato de informações para solicitação de autorização”, declarou.

A 5ª URE informou que tem o planejamento do calendário letivo e monitoramento das escolas que atualmente encontram se com suas atividades comprometidas e também sugeriu a realização de palestras, e campanhas educativas sobre a conservação do meio ambiente.

Na reunião, o promotor público Nadilson Repolho Gomes, solicitou o envio do relatório sobre a situação dos municípios ao MPE para que o mesmo possa fazer a apreciação e dessa forma possa contribuir para garantir a necessidade de manutenção dos serviços essenciais, garantidos por lei, O MPE também realizará a fiscalização dos processos para evitar, desvios, favorecimento ilícito próprio e de terceiros, improbidades administrativas, documentações (contratos, recebidos, termos, relatórios, etc) utilizados durante o período.

O chefe de fiscalização do IBAMA, Tiago Jara, declarou que a partir da reunião os laços com a SEMA foram reforçados o que garantirá maior . “Estamos acompanhando a logística da retirada da madeira e estreitamos laços com a Sema que vai emitir a guia de transporte da madeira beneficiada para os municípios que estão necessitando”.

Ascom/4º GBM

Imprima esta Postagem

2009-2013 * 4º GBM-PA *Customizado por Marcelo Quemel * Melhor visualizado no Google Chrome e Firefox