sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Reveillon: Dicas de segurança para a virada do ano


O dia 31 de dezembro é a data em que população se prepara para a noite mais alegre do ano.
Para que você tenha também um excelente começo de ano, fizemos uma compilação com as melhores e principais dicas para garantir um início de 2011 com segurança.

Fogos de artifício

Os fogos de artifício fazem parte da nossa cultura. Geralmente onde há festa, há fogos.
Existe o hábito de saudar o ano novo com fogos de artifício, costumeiramente são soltos por pessoas inabilitadas ou empresas não credenciadas, o que provoca aumento no número de ocorrências de pessoas lesionadas, inclusive com mutilações irreversíveis.
Existem cuidados básicos para lidar com fogos de artifício, a fim de garantir segurança a quem solta e a quem assiste. Confira:
  • Evite a compra de material clandestino, que na maioria das vezes não é testado. É importante observar se o local de venda dos fogos está regularizado no Corpo de Bombeiros e possui certificado de registro junto ao Exercito.
  • Confira sempre o certificado de garantia do foguete.
  • Ao utilizar os fogos de artifício leia atentamente as instruções contidas na caixa.
  • Não segure os fogos de artifício com as mãos. Compre artefatos que venham com a base para encaixar no suporte dos fogos de artifício, para que seja possível colocar no chão.
  • Prenda o rojão em uma armação, em uma cerca ou em um muro, e não fique próximo na hora de acender.
  • A distância para explodir os fogos com segurança é de 30 a 50 metros de pessoas, edificações e carros.
  • Não tente acender fogos que falharem. Se não ocorrer a detonação, jamais tente reutilizá-lo. Tenha sempre um recipiente de água por perto para colocar os foguetes já usados, ou aqueles que falharam, para não haver riscos de novas explosões.
  • Dispare os fogos somente ao ar livre, um de cada vez, e veja se não há substâncias inflamáveis ou redes elétricas nas proximidades.
  • Nunca atire fogos de lugares fechados, como carros ou residências.
  • Nunca atire fogos na direção de outras pessoas.
  • Nunca faça experiências, modifique ou tente fazer seus próprios fogos de artifício.
  • Nunca utilize fogos após ingerir bebidas alcóolicas;
  • Não desmontar os fogos;
  • Não fumar dentro dos estabelecimentos que vendem fogos;
  • Uma simples bombinha, se estourar muito perto do rosto de alguém ou de outras partes do corpo, pode causar cegueira trauma acústico ou mutilação.
  • Não deixar as crianças manipularem, tampouco permanecerem próximas aos fogos.
  •  Mantenha a caixa de fósforos ou isqueiros longe do alcance de crianças para que elas não utilizem esses materiais escondidas de você.
  • Em caso de queimaduras, a recomendação inicial é esfriar a lesão com água corrente e fria. Não deve ser colocado nenhum produto em cima, como pasta de dente, manteiga, clara de ovo ou nada que o vizinho diga que se deve fazer. Envolva o membro ou a extremidade queimada e leve a vítima a um hospital, ou a um posto de saúde para que um médico que possa avaliar.
Multidões

Milhares de pessoas vão se reunir em praias e praças nas grandes festas.
Existe um grande prazer se unir em ocasiões festivas de grandes aglomerações. As autoridades se preparam para realizar os atendimentos, mas a conduta do cidadão e a consciência de cada um é muito importante para garantir a segurança.
O problema das grandes aglomerações é que muita gente se perde.
  • Ao chegar no local é importante identificar pontos de referência e combinar locais de encontro. Marque com as pessoas do mesmo grupo pontos de referência no local, onde todos se encontrem no final, caso alguém se perca. Os pontos de referência e de encontro do grupo são muito importantes. Sentir-se sozinho e perdido em grandes aglomerações desestabiliza muito.
  • Procure identificar a posição dos serviços médicos e de postos policiais. Caso alguma coisa aconteça de errada, estes são pontos a serem procurados.
  • No caso das crianças é ainda mais sério. O risco delas se perderem em questão de segundos é grande, pois não tem o discernimento de como localizar os pais.
  • No caso dos adolescentes o ponto de encontro é importante, mas no caso das crianças, a pulseira de identificação, ou um pequeno crachá é fundamental. Eles ajudam a diminuir o pânico da criança e auxiliam as autoridades identificarem os responsáveis.
  • Se houver algum tumulto, não se leve pela curiosidade. Se você sentir um burburinho, qualquer tumulto não se dirija ao local, se dirija imediatamente ao lado contrário e reúna todos os integrantes da sua família.
Tempo
O réveillon é uma grande jornada, pois as pessoas, sem perceber, passam de 6 a 8 horas na rua, o que equivale a um dia de trabalho inteiro. Elas precisam ter cuidado com diversas coisas.
O primeiro cuidado é com o tempo, que é um fator agressivo.
  • As pessoas que vão enfrentar muito sol devem utilizar filtro solar e chapéu, que são muito importantes. Nos locais onde a previsão é de chuva, é importante a utilização de guarda-chuva e de capas de chuva, principalmente para as crianças.
  • Mantenha-se hidratado.
  • Leve sua capa de chuva, sua proteção contra o tempo.
  • Leve uma bateria extra de celular
  • Se for possível, monte um kit com um analgésico de sua preferência, identificação com o nome da criança e do responsável, capa de chuva plástica ou descartável.
Água

A água (seja de rio, seja de mar) e álcool não combinam. Se você vai entrar na água para se energizar ou simplesmente se refrescar, lembre-se desta recomendação.

Para quem vai dirigir

Exemplos estão por aí. Álcool e direção não combinam. Se for dirigir não consuma bebidas alcoólicas.

Viva o 2011!!!

Imprima esta Postagem

2009-2013 * 4º GBM-PA *Customizado por Marcelo Quemel * Melhor visualizado no Google Chrome e Firefox